Arquivos para dezembro 2013

Viola de Buriti

Peço a atenção de vocês para eu apresentar essa simples violinha.

A viola de buriti, foi inventada nos anos 1940, na comunidade Mumbuca, situada no Jalapão, região do estado de Tocantins. Feita de forma artesanal pelos próprios músicos com a madeira da palmeira buriti, farta na vegetação de vereda às margens dos rios do cerrado brasileiro, por isso conhecida igualmente como violinha de vereda….Fato curioso é que também, dessa mesma comunidade e situação vem o “ouro” do Jalapão. Pois o artesanato em capim dourado e a viola de Buriti são produtos únicos brasileiríssimos, criados e confeccionados pelos receptivos habitantes desta comunidade exemplar, de tanta dignidade e valiosíssima contribuição cultural que merecem todo cuidado, carinho e projeção, para seguirem com a grandeza de seu pioneirismo, preservando a cultura desse nosso Brasil .

Papo Artesanal – 8ª edição

Papo Artesanal – 8ª edição. Crédito: Ananda Moraes

A 8ª edição do Papo Artesanal aconteceu dia 28 de novembro de 2013 e recebeu as artesãs alagoanasRejania Souza Rodrigues e Nadjane Nunes da Silva, da Cooperativa dos Artesãos de Ilha do Ferro – Art-Ilha.

As artesãs vivem na comunidade Ilha do Ferro, localizada à beira do Rio São Francisco, que possui uma paisagem exuberante. A cooperativa que tem ao fundo o Rio São Francisco é o local onde as artesãs se reúnem das 13h às 17h para bordar – pela manhã trabalham em suas atividades domésticas.

Rejania e Nadjane contaram que a paixão da vida delas é o Bordado Boa Noite – único no Brasil e que leva o nome de uma pequena flor da região. Rejania contou sobre seu encontro com a Dra Ruth Cardoso, em 1998, ocasião em que presenteou Dona Ruth com um lindo lençol bordado e que a encantou.

As artesãs contaram como aprenderam a técnica e como é o repasse do saber para os mais jovens; “as meninas aprendem olhando de tão forte que é a tradição” afirmou Rejaine. As mulheres da região conhecem a técnica de vários tipos de bordados, mas na Cooperativa Art-Ilha, as mulheres elegeram trabalhar apenas com o bordado Boa Noite.

O processo começa com a compra do tecido de cambraia ou linho, depois as artesãs desfiam o tecido e bordam delicadamente. O tecido então é levado ao rio, onde é lavado e depois disso engomado. Cada artesã recebe pelo bordado produzido. Uma toalha grande com a barra toda bordada leva em torno de um mês para ser produzida, e cinco artesãs se envolvem na produção dessa única peça.

Os trabalhos artesanais da Art-Ilha estão expostos na mostra “Boa Noite, Ilha do Ferro”, na A CASA museu do objeto brasileiro, até o dia 18 de dezembro de 2013. Saiba aqui sobre a exposição.

Veja o álbum de fotos: clique aqui

Para adquirir produtos artesanais: Cooperativa dos Artesãos de Ilha do Ferro (Art-Ilha)

Fone: 3624-8013 / 3624-8018 artesã Poliana

Papo Artesanal

Papo Artesanal é um projeto do ArteSol, em parceria com o Ponto Solidário, que conta com a promoção da integração entre artesãos, diferentes atores do segmento artesanal brasileiro e o público em geral.

Reconhecendo a importância da difusão do conhecimento em relação ao saber artesanal e ao contexto das comunidades artesãs brasileiras, o projeto promove um espaço de intercâmbio, discussões, oficinas do saber e mostras culturais. Suas ações são voltadas para a aproximação dos interessados pelas histórias de vida de mestres artesãos, técnicas artesanais tradicionais e sua produção inseridas no universo da economia criativa, tendo em vista que muitas vezes não se tem a possibilidade de conhecer as comunidades e de estar em contato com esses mestres.

 

Realização
ArteSol: 
www.artesol.org.br

Parceiros
Ponto Solidário: 
www.pontosolidario.org.br

Apoio
Centro Ruth Cardoso
: www.centroruthcardoso.org.br
A CASA museu do objeto brasileiro: www.acasa.org.br
Paula Ferber

 

Leia mais:
Projeto de resgate cultural com artesãs da Ilha do Ferro: http://bit.ly/19WQXkD
Viagem de Campo 2013: http://bit.ly/16QovAV

 

Texto: Ananda Moraes

Colaboração: Josiane Masson