No centro de Juazeiro do Norte – CE há um casarão que um dia pertenceu à Polícia Militar Cearense, mas que agora floresce de cores e formas ao abrigar o Centro de Cultura Popular Mestre Noza. Pequenas salas ao redor de um pátio concentram o que há de mais tradicional na cultura artesanal cearense e nordestina.

Nomeado em homenagem ao falecido xilogravurista Mestre Noza, o Centro de Cultura Popular tem como objetivo concentrar o artesanato da região para impulsionar sua divulgação e venda. Funcionando desde 1983, o Centro é uma cooperativa com mais de 100 artesãos cadastrados com trabalhos variados, desde madeira, barro e ferro, até fibras naturais e material reciclado.

Em Maio tivemos a oportunidade de visitar o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, como parte do roteiro da Rodada de Negócios do SEBRAE do Ceará. Trouxemos de lá peças especiais em madeira, além de boas recordações e algumas fotos.

Veja aqui as peças do Centro de Cultura Popular Mestre Noza.