Jarro Decorado.

R$45,00

Disponibilidade: Em estoque

Simulação de frete

Peso: 700

Medida: 11 diâmetro com 19 de altura

Ainda que matéria inerte, o barro é na relação com quem o molda, agente transformador. Contém em sua disforme massa a origem mitológica da vida. A materialização proposta na técnica ancestral aprendida por oleiros em Maragogipinho é o que institui a profunda relação dos habitantes com o território.
Após a coleta do barro em jazidas da região, a massa é pisada e preparado para a fabricação das peças. A escolha da técnica de modelagem depende do tipo de peça a ser fabricada, pode ser realizada à mão, com uso do torno ou moldagem (utilização de formas previamente moldadas). Tais técnicas registram o contato e troca entre povos indígenas, escravos e portugueses.
Enquanto o processo de extração da matéria prima, tratamento, modelagem e queima são atribuídos aos homens, o acabamento das peças é tarefa feminina.
A peça pronta é posta para secar ao sol, para que se possa dar início ao processo de acabamento e ornamentação. Usa-se na pintura a tinta esmalte ou o tauá e a tabatinga, pigmentos de tipo mineral. O uso de tais pigmentos é reconhecido em técnicas ameríndias ancestrais, porém os desenhos registram a antiga tradição de flores e hachurado deixados pelos colonizadores açorianos. Para dar brilho e deixar a peça mais resistente, antes da queima é realizado o processo de brunimento com auxílio de uma pedra lisa e circular.
Foto ilustrativa, semelhante ao que temos em estoque

Fonte: https://www.artesol.org.br/aamom_associacao_de_auxilio_mutuo_dos_oleiros_de_maragogipinho

Preço por unidade

Peso1 g
Dimensões16 × 16 × 24 cm

QR Code

QR Code
Rolar para cima