Sapinho cantor P- AM

"Qual considera que seja o papel do ritmo, seu ofício, na riqueza cultural brasileira? A percussão é o símbolo da vida. Se o coração não bater, não tem vida. O ritmo dá vida, porque cada povo tem o seu. Se você cantar uma música para um americano, ele vai bater palmas no contratempo. Nós bateremos no tempo. Isso é orgânico. Cada povo tem seu tempo, sente o ritmo de um jeito diferente. Na Noruega tem muita neve, por isso as notas são longas, o tempo do ritmo é mais comprido. Aqui tem feijão, dendê, esse negócio todo. Somos o resultado dessa rica mistura. Graças a Deus, somos o que somos. Não parecemos com nada e, por isso mesmo, parecemos com tudo." Entrevista com Naná Vasconcelos João Rocha Rodrigues (fonte Almanaque Brasil)

R$ 40,00

6 em estoque

Loading Atualizando a cesta...

Chama-se sapo cantor pois ao passar o rolinho de madeira sobre suas costas ele faz o som do sapo coaxando.

Feito pelo artesão Flavio de Sá.

Madeira :  resíduo de  Muirapiranga

Tags: , ,

Sapinho cantor P- AM
Sapinho cantor P- AMSapinho cantor P- AM
Sapinho cantor P- AMSapinho cantor P- AM