Caxibaça - instrumento musical - PA

"Qual considera que seja o papel do ritmo, seu ofício, na riqueza cultural brasileira? A percussão é o símbolo da vida. Se o coração não bater, não tem vida. O ritmo dá vida, porque cada povo tem o seu. Se você cantar uma música para um americano, ele vai bater palmas no contratempo. Nós bateremos no tempo. Isso é orgânico. Cada povo tem seu tempo, sente o ritmo de um jeito diferente. Na Noruega tem muita neve, por isso as notas são longas, o tempo do ritmo é mais comprido. Aqui tem feijão, dendê, esse negócio todo. Somos o resultado dessa rica mistura. Graças a Deus, somos o que somos. Não parecemos com nada e, por isso mesmo, parecemos com tudo." Entrevista com Naná Vasconcelos João Rocha Rodrigues (fonte Almanaque Brasil)

R$ 35,00

Esgotado

Inventor e fabricante  Flávio Reis da Gama, músico percussionista, de Belém do Pará , usando os recursos naturais regionais.

Material usado: Cabaça / Missanga

Diâmetro  9 cm, altura 17 cm, aproximadamente.

Instrumento baseado e semelhante ao Caxixi em sua forma e concepção, de onde tiramos seu nome.
Som um pouco mais doce que seu similar e pronto para receber mais pesquisas sonoras e de manuseio de todos.
Pode ser usado para ritmos ou efeitos, inclusive junto com o Berimbau.

Flávio promove oficinas com as comunidades locais ensinando ritmos paraenses, carimbó, boi bumbá, retumbão, lundum e marujada. É integrante da Associação dos percussionistas da Amazônia com sede em Belém e constrói alguns dos instrumentos usados pelo Trio Manari, fundado em 2001, dica para quem quer conhecer mais os ritmos amazônicos.

*Preço por unidade  

Para ouvir este instrumento e saber mais click aqui

 

Tags: , , , ,

Caxibaça – instrumento musical – PA