Pote antropomórfico

Sob encomenda

Esgotado

Numa região banhada por  um rio como o Jequitinhonha, em que na baixa das águas o que mais se vê é o serpentear do leito parcialmente seco, é natural que a população ribeirinha encontre algo a fazer com aquele barro (terra seca muitas vezes), que é farto e com cores de várias nuanças, do marrom ao preto vivo. Como em outras regiões do país, a atividade artesanal com o barro passa primeiro pela cerâmica utilitária, com vasos, panelas, gamelas, potes, para grãos e vasilhas com inúmeras aplicações. Aos poucos, um ou outro artesão desenvolve um estilo próprio, faz um castiçal, um objeto decorativo, aqui ali põe uma florzinha do mesmo material, mostrando à comunidade outras possibilidades, que são absorvidas, imitadas, oferecendo um outro caminho criativo.

Mas, no vale do Jequitinhonha precisamente em Santana do Araçuaí, cidade fincada a uns 10 quilômetrosda estrada Rio-Bahia, ainda no estado de Minas Gerais, acontece algo completamente diferente e espetacular. Primeiro que o rio que passa perto deles não merece o nome de rio: é um córrego de onde sai o barro. Segundo, porque o trabalho que realizam – antropomórfico da melhor qualidade – chega a assustar pela fidelidade de expressões que conseguem transpor para a cerâmica, mesmo sendo um trabalho rústico na sua natureza.

Medidas: 30 X 30 cm  aproximadamente

*Todos os produtos da categoria "presentes especiais" estão disponíveis  para pronta entrega em nossa loja.

Não enviamos esta peça por correio, entre em contato conosco .

Pote antropomórfico
Pote antropomórficoPote antropomórfico
Pote antropomórficoPote antropomórfico