Tema de cerâmica - aldeia

"A vontade da arte pode se manifestar em qualquer homem de nossa terra, independente do seu grau meridiano, seja ele papua ou cafuso, brasileiro ou russo, negro ou amarelo, letrado ou iletrado, equilibrado ou desequilibrado". Mario Pedrosa, do livro Arte Necessidade Vital, 1949

R$ 85,00

1 em estoque

Os ceramistas de Juazeiro trabalham com barro retirado do brejo das redondezas e levado à casa das artesãs em carroças. Depois de seco, o barro é batido a pau ou socado no pilão, e em seguida peneirado para ficar fino e macio. É, então, molhado e amassado, e está pronto para a modelagem, que é feita à mão, sem torno ou formas.

As peças figurativas denominadas "temas", são placas de barro com figuras tridimensionais que representam o reisado, a banda cabaçal, o bumba-meu-boi, a lapinha, cangaceiros, santos, índios, violeiros, casais de noivos, ladrões de galinha, lavradores, gestantes e animais.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Tema de cerâmica – aldeia
Tema de cerâmica – aldeiaTema de cerâmica – aldeia
Tema de cerâmica – aldeiaTema de cerâmica – aldeia

Estamos reformulando nosso site

 

Após escolher nossos produtos pedimos que façam suas compras pelo e-mail pontosolidario@pontosolidario.org.br

ou pelo telefone 011 5522 -4440

 

Pedimos desculpas pelo inconveniente